Postagens

O Mundo está em chamas, e o Brasil está doente! ”

Imagem
Carta aberta do Psiquiatra, pensador e escritor Augusto Cury à sociedade, à educação em particular e à escola onde ocorreu a tragédia em Janaúba:

“Um homem emocionalmente asfixiado, insensível e paranoico chega em uma creche com um galão de combustível nas mãos e um isqueiro. É a aproximação do inferno emocional em sua forma mais inumana. E quem se interpõe doando a própria vida para salvar as crianças? Uma professora, uma heroína anônima! Uma educadora que experimentou dores inenarráveis para salvar a vida de muitos pequeninos. Mas ela já fazia isso todos os dias antes da tragédia, dava sua vida pelos meninos, filhos dos outros, quando os ensinava a pensar! Para ela, a decisão de lutar com o assassino não foi difícil: a decisão já tinha sido tomada muitos anos antes, quando ela escolheu dar o melhor de si para formar seres humanos melhores, para dar esperança às crianças deste país que valorizam tão pouco seus mestres e seus alunos! Deveríamos aplaudir menos as celebridades e líderes …

Bragger - A doença das redes sociais.

Imagem
A mania de se gabar virtualmente é tão ostensiva que já despertou a atenção da ciência. Começam a aparecer os resultados de uma série de estudos destinados a entender por que as redes sociais podem despertar nossos piores sentimentos – de soberba a inveja – e os efeitos de remoê-los em velocidade 4G. 
Pesquisadores da Universidade Humboldt, em Berlim, entrevistaram 357 universitários e descobriram que o principal sentimento despertado pela vida virtual é a inveja. Quase 30% relataram nutrir esse sentimento ao ver, no Facebook, posts sobre atividades de lazer dos amigos e indícios de sucesso de qualquer espécie (acadêmico, profissional, sexual). Mesmo os exibidos sentem inveja. Cerca de 20% afirmaram chatear-se por sentir que sua própria ostentação não é notada suficientemente pelos amigos.
A percepção de ser ignorado cria um círculo vicioso: confrontados com a soberba alheia, os usuários das redes sociais podem adotar atitudes de autopromoção ainda mais intensas, suscitando inveja e,…

DESAFIO AO SANTANDER

Imagem
A mostra patrocinada pelo Santander causou mal estar na sociedade e expôs centenas de crianças a imagens de pedofilia, zoofilia e ataques ao cristianismo. O banco voltou atrás, mas o dano está feito, e precisa ser reparado. 800 mil reais de dinheiro público foram utilizados para promover esse absurdo. Como desafio e sugestão ao Santander, para que o banco de fato repare o dano causado, a sociedade propõe que seja feita uma doação de 800 mil reais a uma instituição de caridade que ajude crianças vítimas de abuso sexual. Só assim poderemos ter certeza da convicção do Santander no repúdio a essa prática abominável.

https://www.facebook.com/mblivre/videos/681218588668954/

https://www.change.org/p/grupo-santander-popula%C3%A7%C3%A3o-exige-retrata%C3%A7%C3%A3o-do-santander-contra-a-pedofilia

Jeremias 6:16

Imagem
Imagem
“Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti. Confiai no SENHOR perpetuamente; porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna”. (Isaías 26.3,4)
Esta é uma promessa fantástica da Palavra de Deus! Ser conservado em paz significa não se desgastar interiormente diante dos problemas. Justamente nos dias em que tanto se fala sobre angustia, estresse, depressão e síndrome do pânico, encontrar um meio divino de se conservar em paz é algo por demais valioso.
Deus é um lugar de abrigo e refúgio para seus filhos. O texto sagrado o chama de uma “Rocha Eterna“. Precisamos aprender a desfrutar de sua paz, mesmo em meio à tempestade. Note ainda que o versículo fala acerca de confiança e de uma mente firme, o que indica convicção. Esta promessa não significa deixar de ter problemas, e sim ter paz independentemente das circunstâncias à nossa volta. "Subirá, Luciano"
Portanto, se queres PAZ, confia no SENHOR!
CREIA! DEUS te abençoe ricamente.

Quando você descobre que defendia uma "balela".

Imagem

Perdas E Ganhos

"O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará" (Salmos 23:1).
"Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e todas perdi. Porém, tudo que coloquei nas mãos de Deus, ainda possuo hoje."  (Martinho Lutero)
De que adianta ter grandes coisas nesse mundo se a qualquer momento podemos perdê-las? De que nos serve guardar tesouros valiosos do mundo se nada poderemos carregar após a morte? Que proveito terá, para nós, riquezas que não têm valor no Céu? Os bens que guardarmos nas mãos do Senhor nos seguirão por toda a eternidade.