segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Uma Única Entrada

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho... ninguém vem ao

Pai, senão por mim" (João 14:6).

Dizem que a antiga cidade de Tróia tinha uma única entrada e
que todos os viajantes, vindo de qualquer direção, não
podiam entrar exceto por aquela única porta.
Semelhantemente, só existe uma entrada para chegarmos à
presença de Deus, e esta porta é Jesus Cristo.

Que entrada temos procurado para alcançar a presença de
nosso Pai, onde, temos certeza, encontraremos as bênçãos que
tanto buscamos para alcançar a felicidade, a salvação e a
vida eterna? Estamos correndo atrás das portas indicadas
pelos amigos, das oferecidas em anúncios brilhantes e
convidativos, das que estão de acordo com nossos interesses
pessoais ou estamos cientes de que não há outro caminho ou
porta de entrada a não ser o nosso Senhor e Salvador Jesus
Cristo?

Não adianta procurarmos atalhos que nos levem mais
rapidamente aos sonhos almejados e nem ao manancial de
bênçãos que tanto ansiamos para que as nossas lutas se
transformem em refrigério, os nossos fracassos se convertam
em grandes conquistas e as nossas tristezas sejam
substituídas por uma vida abundante e eterna. Nenhum deles
nos ajudará e, ao enveredarmos por esses caminhos
alternativos, acabaremos mais perdidos e desesperançados do
que antes.

Quando temos Jesus no coração, a porta de entrada está
sempre à nossa frente. Podemos ser pobres, morando em casas
humildes, ou ricos, habitando em belas mansões, que, de
igual modo, teremos livre acesso à presença de Deus que nos
dispensará todo amor que tem para com Seus filhos amados.

Se você já tem a porta de entrada aberta, através de Cristo,
tem também a alegria e a felicidade que durarão para sempre

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Esfriar... Jamais!


"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes,

sempre abundantes na obra do Senhor" (1 Coríntios 15:58).

Ernest Shackleton foi um grande explorador que enfrentou uma
séria crise de vida ou morte juntamente com sua tribulação,
quando teve que abandonar sua embarcação nas águas glaciais
ao redor da Antártica. Era 1914, e a expedição de Shackleton
tinha planejado cruzar as terras do continente congelado,
fato que nenhum outro havia feito até então. Quando a
embarcação chegou, ficou presa no gelo e afundou. A
tripulação começou um teste de sobrevivência não programado
de dezoito meses. Eles se mantiveram vivos flutuando, à
deriva, sobre blocos de gelo até que alcançaram uma ilha
onde estabeleceram um acampamento. quando sua provisão de
alimentos começou a escassear, Shackleton e alguns membros
da tripulação tomaram um barco salva-vidas que conseguiram
preservar e, com ousadia, viajaram 800 milhas até uma
estação de pesca de baleias. Mais tarde retornaram com um
navio e todos os vinte e sete homens sobreviveram à
provação. Eles representam dois tipos de pessoas durante uma
crise: os que esfriam e os que, focados em um objetivo, não
desanimam. Shackleton pode ter encalhado em um dos lugares
mais frios do planeta, mas ele e sua equipe nunca esfriaram.

Como temos reagido ao enfrentarmos momentos de crise? Temos
estado preparados para superar os problemas, com
determinação e perseverança, confiando firmemente no Deus ao
qual servimos e que nos prometeu vitórias? Ou costumamos
esfriar na fé e desistir diante do primeiro fracasso?

Muitas vezes, em busca de nossos ideais, constatamos que o
barco de nossos propósitos encalha e até afunda,
deixando-nos à deriva e sem saber para onde estamos indo.
Quando isso acontece, é imprescindível que nos mantenhamos
firmes e que, com perseverança, continuemos focados na
conquista de nossos sonhos.

Não se deixe esfriar pelas lutas da vida. Convide Cristo a
viajar com você e mesmo diante das crises você alcançara a
vitória.
Fonte: Devocional, um pouco de luz.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

VINGANÇA

VINGANÇA segundo o meu dicionário bíblico quer dizer:
Acertar as contas com alguém que praticou o mal, ou castigá-lo.

Na nossa Bíblia tem cerca de 41 referências contendo essa palavra.
Desses 41 achados um dos que mais gosto é esse:

Ó SENHOR Deus, a quem a vingança pertence,ó Deus,
a quem a vingança pertence, mostra-te resplandecente.
Sl 94:1

O que temos visto?
Temos visto "crentes" desejosos de vingar-se contra irmãos;
Temos visto cristãos usarem a Bíblia como arma de vingança contra os da família da fé.
Não são esses os ensinamentos de Cristo, não é esse o desejo do Pai. Nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas infelizmente temos visto certas atitudes no meio evangélico que assustam até os mais experientes. O maior exemplo disso é o uso de hinos com um tom provocativo exaltando a vitória do próprio homem e esquecendo de exaltar a DEUS, deixamos de louvar, pra simplismente cantar vitória. Que decadência, desviando-se do criador, perdendo o foco da nossa batalha, para entrar por caminhos carnais que não exaltam ao SENHOR.
O hino da moda é "Sabor de mel" da cantora Damares, nada contra o hino, ele é lindo!
Mas estão usando ele da maneira errada. Fico constrangido ao ver a atitude nos cultos, pois isso também é falta de reverência devida a Deus. Estamos ali pra honrar a Deus, engrandecer o seu nome e não pra entrarmos em disputas pessoais. Chegou a hora de banir o espírito de rivalidade do nosso meio, e colocar JESUS no centro!
A vingança pertence ao SENHOR!

Sabe o que Deus está procurando?
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Jo 4:23

Jamais desvie a sua adoração!
Graça, Paz e Fogo Santo!