Perseguição ao Cristianismo "verdadeiro".

A perseguição ao cristianismo ainda é uma realidade em nossos dias. A Enciclopédia do Mundo Cristão, publicação respeitada internacionalmente, informa que, de 33dC ao ano 2000, houve 70 milhões de mártires cristãos. Destes, 25 milhões de 33 dC até o ano 1900, enquanto 45 milhões de 1900 a 2000. Ou seja, houve mais mártires cristãos no século 20 do que em todos os outros séculos precedentes.

É verdade que não temos em nosso país, graças a Deus, a perseguição que os primeiros cristãos enfrentaram ou que ainda é realizada em países resistentes ao Evangelho. Porém, dia após dia, temos que nos opor ao "curso do mundo", isto é, às tendências mundanas que levam muitos crentes a esfriarem na fé e se afastarem de Deus. Além disso, há a perseguição camuflada ao cristianismo nas escolas, na mídia e nas universidades. Todos que procuram viver de acordo com a Palavra de Deus sofrerão perseguição de alguma forma. Ela pode surgir dentro de sua casa, na escola, no trabalho, mas surgirá, em pequena ou grande intensidade, porque o estilo de vida cristão incomoda o mundo e o Diabo.

Em vez de sermos intimidados pêlos críticos do Evangelho, busquemos forças em Deus para sermos, ao contrário do que esperam, ousados na proclamação do Evangelho. Sigamos o exemplo dos primeiros cristãos (At 4.29-31).

Nos momentos difíceis, lembre-se que Deus está com você e que é uma honra ser perseguido por amor a Cristo. Lembre-se também dos exemplos dos primeiros cristãos, que foram mortos por sua fidelidade ao Evangelho, e das palavras de Jesus: "Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus", Mt 5.10.

Comentários

  1. É bom ser perseguido de vez en quando, só pragente saber que ainda temos o reino dos céus. Perseguição é a marca de um escolhido.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Bragger - A doença das redes sociais.

O Mundo está em chamas, e o Brasil está doente! ”

Perdas E Ganhos