China

Cristãos são detidos, inclusive um menino de quatro anos
Equipe de Jornalismo
Na manhã de 25 de abril de 2010, oito policiais invadiram o culto de domingo da Igreja não registrada Cristãos de Chimei, em Neixiang, Nanyang, província de Henan. Eles tiraram fotos, impressões digitais e registraram todos os cristãos presentes. Depois, levaram nove pessoas sem nenhuma autorização. Os cristãos ficaram detidos durante 5, 10 e 15 dias. As famílias não receberam nenhum aviso nem documento sobre o tempo em que ficaram presos.

Naquela manhã, cerca de 30 pessoas estavam participando de um culto na casa de Sun Bingwu, no vilarejo de Jiadao. Por volta das 10:30, quando o culto estava terminando, sete pessoas invadiram a casa e alegaram que eram policiais. Eles não estavam de uniforme, mas mostraram as identificações.

Depois de tirarem fotos do local e registrar as informações dos cristãos, eles levaram nove pessoas para a delegacia de Chimei. Entre elas, um homem (Chen Fengming, pastor), sete mulheres (Qin Gaiying, Bie Xiumin, Zhang Xiugai, Chai Aiqin, He Xiaocai, Liu Xiue, and Wang Yunge) e o neto de 4 anos de Bie Xiumin.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bragger - A doença das redes sociais.

Perdas E Ganhos