Deputado Marco Feliciano discursa contra “conspiração” do Movimento LGBT e convoca lideranças cristãs para se “sacrificar pelas gerações futuras”

O Pastor e Deputado Marco Feliciano fez um discurso inflamado na tribuna da Câmara dos Deputados, contra o que chamou de “conspiração da militância LGBTT” contra a família.

No discurso, Feliciano convocou os deputados que fazem parte da Bancada Evangélica e os membros da Bancada Católica para se juntarem, superando as barreiras interdenominacionais, para fazer um sacrifício em prol dos valores cristãos, segundo informações disponibilizadas no site da Câmara dos Deputados.

“Sacrifiquem o conforto (pois falar deste assunto trás desconforto), sacrifiquem se preciso for, seus votos, e se preciso for, sacrifiquem até seus mandatos pelos nossos filhos e gerações futuras”, afirmou o Deputado.

Em seu discurso, Marco Feliciano se dirige aos membros do movimento LGBTT afirmando que são estrategistas: “Sou obrigado a tirar o chapéu pela estratégia, força e apoiamentos que possui e pelos respaldados diante das iniciativas baseadas nos altos ideais dos direitos humanos, não à violência e sim à cidadania e, por meio disso, conseguiu notoriedade, espaço privilegiado em relação ao Governo, aos intelectuais, artistas e mídia em geral”.

Em uma severa crítica ao poder judiciário, o Pastor condenou a atitude dos Ministros do Superior Tribunal Federal, que no entender dele, legislaram ao instituir a união estável entre pessoas do mesmo sexo, e citou o exemplo do Poder Judiciário francês, que optou por abster-se do debate e de decisões relativas ao assunto, declarando “que tal assunto era de competência do Parlamento, afinal o Parlamento foi eleito pelo povo e o povo é soberano”.

Marco Feliciano citou ainda todos os requerimentos que o movimento LGBTT fez através de seus representantes no Poder Legislativo, que incluem diversas cotas sociais, fiscalização da mídia e proibição de piadas contra homossexuais, classificação da Bíblia como conteúdo inadequado para as crianças, dentre outras.

Citando diversos líderes cristãos, reforçou seu pedido de união interdenominacional em torno da defesa “dos bons costumes”. “Fico Imaginando uma reunião com todos estes guerreiros, onde com uma visão, uma determinação, e liderança, poderemos resgatar as diretrizes do moral, do ético, dos bons costumes e mais, mostrar que pela Familia Brasileira quebramos as barreiras interdenominacionais. Estes homens e mulheres juntos, podem mobilizar 95% da população brasileira! Ainda da tempo. É possível!”, conclamou o Pastor e Deputado Federal Marco Feliciano.

Confira a lista de líderes citados pelo Pastor durante o discurso:

Pr. José Wellington Bezerra da Costa, Presidente da CGADB;

Bispo Manoel Ferreira, Presidente da Assembléia de Deus de Madureira;

Pr. Dr. Samuel Ferreira, Presidente da AD Bras;

Pr. Dr. Abner Ferreira, Presidente da AD Madureira RJ;

Pr. Silas Malafaia, Presidente da AD Vitoria em Cristo;

Pr. Jabes de Alencar, Presidente do Conselho de Pastores de SP e AD Bom Retiro;

Pr. Samuel Camara, Lider da AD Belem e Presidente da Rede de Comunicação Boas Novas;

Missionário R. R. Soares, Lider da Igreja da Graça;

Apóstolo Valdemiro Santiago, Lider da Igreja Mundial do Poder de Deus;

Apóstolo Rene Terra Nova, ministério Internacional da Restauração;

Apóstola Valnice Milhomens, líder da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo;

Apóstolo Marcio Valadão, da Batista da Lagoinha;

Pr. Jorge Linhares, da Batista do Getsemani;

Pr. e Deputado Mario de Oliveira, Lider da Igreja do Evangelho Quadrangular;

Pr. Cesino Bernardino, presidente dos Gidões Missionários da Ultima Hora;

Pr. Reuel Bernardino, vice presidente dosGideões Missionários da Ultima Hora;

Apóstolo Estevam Hernandes e Bispa Sonia Hernandes da Igreja Renascer;

Bispo Robson Rodovalho, da igreja Sara Nossa Terra;

Pr. Fad Farad, Lider do Ministerio da Fé;

Apóstolo Ezequiel Teixeira, Lider da igreja de Vida Nova de Iraja;

Pr. Marcos Gregório, Lider do Ministério Apascentar;

Pr. Simonton, Lider da Comunidade Praia da Costa;

Apóstolo Cesar Augusto, da igreja Fonte da Vida;

Apóstolo Sinomar, Lider da Igreja luz para os povos;

Apóstolo Doriel, líder da Casa da Benção;

Pr. Aguiar Valvassoura, líder da Igreja do Nazareno;

Pr. Aloisio Silva, líder da Igreja Videira em Goiania;

Bispo Macedo, líder da Igreja Uiversal do Reino de Deus;

Pastores Custódio Rangel e Altomir, lideres da ADHONEP,

Bispo João Carlos Lopes – Presidente do Colégio Episcopal Metodista;

Rev. Obedis Ferreira da Cunha Jr. – Pr. Titular da Igr. Presbiteriana Nacional;

Rev. Roberto Brasileiro Silva – Pres. Da Igr. Presbiteriana do Brasil;

Pr. José Carlos da Silva – Pres. Da Convenção Batista Nacional;

Pr. Egon Kopereck – Pres. Da Igr. Evangélica Luterana do Brasil;

Pastores: Junior de Souza; Paulo Marcelo; Napoleão Falcão; Abilio Santana; Geziel Gomes; Adeildo Costa; Carvalho Junior; Aldery Nelson; Yossef Akiva; Gilmar Santos; Gilvan Rodrigues, pregadores das grandes massas e formadores de opinião;

a todos os conselhos de pastores do Brasil, bem como todas as denominações evangélicas, pentecostais, neo pentecostais, ortodoxos, carismáticos, históricos, todos os pastores e obreiros;

Rev. Adail Carvalho Sandoval, presidente Sociedade Biblica do Brasil;

Dom Raimundo Damasceno – Presidente da CNBB –Conferencia nacional dos Bispos do Brasil,

Dom Odilio Scherer, Arcebispo de São Paulo;

Pe. Jonas Abibe, Presidente da TV Canção Nova;

Conselho Episcopal da Igreja Católica e todas as suas circunscrições Eclesiasticas; seus bispos, cardeais, bispos, arcebispos, padres, presbíteros e diáconos e todos os religiosos e religiosas

FONTE: Gospel +

Comentários

  1. Essa frangaiada quer avacalhar o país. Colocar uma mordaça no povo com a conivência dos políticos inertes. Tá na hora de se mover!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Perdas E Ganhos

O ELO