quinta-feira, 1 de novembro de 2012

“EU SOU”


     Jesus, que também era hebreu, utilizou para si o mesmo verbo com o qual Deus se manifestou em Ex 3,13-14. É importante analisar esta expressão no Evangelho de João. O evangelista conhece a fundo o AT, conhece a cultura e a religião hebraica. Por isso, neste Evangelho, é interessante ver como o verbo “ser” é muito freqüente. E nos interessa muito que em João por três vezes (número da unidade) Jesus utiliza para si a expressão “EU SOU” sem que tenha algum complemento (Jo 8,24.28; 8,58; 13,19).
     Outra constatação importante é que quando Jesus usa o complemento ao verbo, o faz por sete vezes. Ou seja por sete vezes (o número perfeito) Jesus diz o que Ele é! 


1) Eu sou o Pão da Vida (6,36.41.48.51);

2) Eu sou a Luz do mundo (8,12; 9,5);

3) Eu sou a Porta (Jo 10,7.9.11.14);

4) Eu sou o Bom Pastor (Jo 10,11.14);

5) Eu sou a Ressurreição e a Vida (Jo 11,25);

6) Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14,6);

7) Eu sou a Videira Verdadeira (15,1.5).

Nenhum comentário:

Postar um comentário