terça-feira, 10 de abril de 2012

Jogando Juntos

"Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular"
(1 Coríntios 12:27).

Casey Stengel, antigo gerente do New Iorque Yankees, disse
certa vez: "É fácil conseguir bons jogadores. Fazê-los jogar
juntos é a parte difícil."

Por que somos tão complicados quando o assunto é união,
equipe, companheirismo? Por que somos tão vaidosos, tão
egoístas, tão mesquinhos em relação aos nossos valores
pessoais? Sempre cremos que somos superiores, que podemos
fazer melhor, que devemos assumir a liderança.

Na obra do Senhor isso é muito ruim. Somos um corpo, um
todo, peças que se juntam e seguem a direção do cabeça que é
Cristo. Precisamos entender que dependemos uns dos outros,
que juntos somos mais fortes, que unidos conseguiremos um
resultado muito maior.

A melhor maneira de nos alimentarmos ou bebermos um copo de
água é esperar que as pernas nos conduzam ao local onde se
encontram, que os pés as sustentem, que os joelhos se
articulem da melhor maneira, que o braço seja estendido, que
as mãos e os dedos trabalhem juntos, e que a boca receba o
que buscamos e, assim, todo o nosso corpo será beneficiado.

Assim é na vida espiritual. Uns louvam, outros dirigem a
reunião, alguns fazem o trabalho de introdução, outros tocam
instrumentos, uns pregam a Palavra de Deus e todos, juntos,
oram pelo sucesso de cada um dos eventos. O corpo de Cristo
trabalha unido para que o nome do Senhor seja glorificado e
para que muitos, que ainda não fazem parte desse corpo,
sejam abençoados e venham se unir a ele.

Se os membros do corpo são saudáveis, todo o corpo se
regozijará. Se os membros estão enfermos, todo o corpo, ao
mesmo tempo, sofrerá.

Ao contrário da afirmação daquele gerente de nossa ilustração,
mostremos que podemos ser bons cristãos, jogando juntos e
alegres, para a grande vitória de todos -- a salvação eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário